Ainda pensando nesse tal de minimalismo

Como podem perceber, não estou conseguindo eu mesma produzir material para o blog recentemente, mas continuo lendo bastante sobre vida simples e minimalismo e recentemente também tenho lido muito sobre autoconhecimento e ansiedade. Nesse lance de estar me autoconhecendo descobri que, ao mesmo tempo que eu sou meio desleixada para roupas, eu também adoro roupas, e adoro me vestir de maneira diferente com elas, por isso o blog da Melody tem me inspirado muito, e é do blog dela que eu trago hoje este texto (com grifos meus) que espero que vocês gostem tanto quanto eu gostei. Continuar lendo

O que aprendi ao unir minha profissão a um sonho de criança

Hoje li um texto muito bonito da Maria Eugenia Mazzonetto que mexeu bastante comigo e com isso em que acreditamos: a possibilidade de viver uma vida mais simples. Viver de maneira simples é muito mais que diminuir gastos, comer coisas menos calóricas e fazer programas mais baratos, é também descobrir-se, encantar-se e dedicar-se àquelas coisas que você esqueceu ou que você não conhece ainda, mas que são maravilhosas e te fazem feliz. Este texto que compartilharei com vocês traz isso tudo e espero que vocês possam compreender o quanto ainda é “complexo” viver de uma maneira simples, porque precisamos abrir mão de muita coisa que é naturalizada em nosso cotidiano, mas, embora complexo, é libertador.

Aproveitem a leitura 🙂 Continuar lendo